ANTT

Romeiros em direção ao Santuário em Aparecida (SP) devem redobrar atenção

por ASCOM - Publicado em 11/10/2017 10h18. Última modificação em 11/10/2017 10h36.

Diante da previsão do aumento do número de peregrinos para as comemorações do Jubileu de 300 anos de Aparecida (SP), a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) reforça seu efetivo de fiscais nesse período de feriado do dia 12/10. Entre os dias 1º/9 e 9/10, a concessionária CCR NovaDutra, responsável pelo trecho da BR-116/RJ/SP, já registrou a passagem de mais de 4 mil romeiros a pé na rodovia. Em 2016, de 6 a 13/10, foram 8.640 pessoas caminhando pelos acostamentos em direção ao Santuário. A estimativa para 2017 é que esse número aumente em 43%.

A maioria dos grupos de romeiros seguem caminhando na pista sentido Rio de Janeiro, de costas para o tráfego, o que representa um risco ainda maior nesta peregrinação. É recomendado que utilizem a nova Rota da Luz SP, um caminho mais seguro para peregrinação.

Na terça (10/10), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) interditou a faixa da direita para o tráfego de veículos, entre o km 72, 1 e o km 72,8, sentido São Paulo, na região de Aparecida.  A interdição foi necessária para a segurança dos grupos de romeiros que seguem sentido à basílica de Aparecida. No local, o tráfego segue por duas faixas de rolamento e não há reflexo de lentidão.

Concessão – A ANTT, criada em 2001, regula e fiscaliza a exploração de infraestrutura e prestação de serviços de transporte terrestre, inclusive contratos já celebrados antes da sua criação, resguardando os direitos das partes e o equilíbrio econômico-financeiro dos respectivos acordos.

Com 402 quilômetros de extensão, a BR-116/RJ/SP foi concedida para iniciativa privada com o objetivo de exploração da infraestrutura, em 1º de março de 1996, pelo período de 25 anos. A licitação fez parte da 1ª etapa do programa de concessões rodoviárias.

 

ASCOM ANTT, com informações da concessionária CCR NovaDutra.